terça-feira, 16 de novembro de 2010

Poderes e economices

Alguns textos bem interessantes:

Balandier, sobre a chamada antropologia política, e Fialho Feliciano e Yañez-Casal, sobre a chamada antropologia económica.

O clássico e sintético Trabalho Assalariado e Capital, do velho Marx, e o mais recente mas muito interessante debate de Sahlins sobre "sociedades da abundância".

Os mesmos Sahlins e Yañez-Casal, agora acerca da reciprocidade, a partir do Ensaio Sobre a Dádiva, de Marcel Mauss.

Quanto à diversidade e ambiguidade do poder político, aconselho uma passagem pelos Nuer, vistos por Evans-Pritchard, e a discussão de Clastres acerca dos chefes ameríndios "sem poder" - podendo aproveitar-se o balanço para visitar o percurso de Adler em torno dos reis sagrados fazedores de chuva, a visão de Godelier acerca dos Incas (que vale a pena comparar com o que Soustelle nos diz dos Aztecas) e, já agora, as acepções de "hegemonia" em Gramsci, bem expostas por Crehan.

Sobre género e poder em contextos de mudança, sugerirei mais. Mas, por enquanto, dá para ver este texto de Aboim. E, para quem se interesse por organização policial e repressiva, é interessante este texto de Durão.

Sobre economia, ideologia e poder na indústria, pode ir-se dando uma vista de olhos aqui, enquanto não sugiro mais.

E, para relações entre economia, poder e alterações climáticas, valem bem a pena estes textos de Seromenho Marques, de Bulkeley e de Swyngedouw.

Estando nós em temas bem actuais, que tal as crises, elites e mercados financeiros, nas estimulantes abordagens de Duclos, de Rolo e de Knorr-Cetina?

E sugerirei ainda alguns textos sobre hegemonias, relativismo cultural e direitos humanos. Para além da tal explanação sobre Gramsci, pode dar-se um olho neste texto de Vale de Almeida.

Boas leituras!

3 comentários:

Susana disse...

Professor, o link que deveria fazer ligação ao texto de Swyngedouw repete a ligação ao de Bulkeley.

E se calhar era boa ideia disponibilizar aqui também o programa da cadeira, para ficar acessível àquel@s que não puderam ir à primeira aula.

Os devidos cumprimentos!

(Paulo Granjo) disse...

Obrigado pelo aviso. Já está corrigido.
Quanto ao programa, tenho mais exemplares e posso dar em papel a quem ainda não tenha.

Inês disse...

A fotografia tem história?